Medina recebido por uma multidão em Maresias

Enfim, o bicampeão mundial Gabriel Medina chegou em casa e foi recebido como um herói, em desfile aberto em cima do caminhão dos Bombeiros, sendo festejado durante todo o percurso na Praia de Maresias. Até chegar na Praça Internacional do Surf, onde uma multidão o aguardava no início da noite do domingo, na festa organizada pela Prefeitura Municipal de São Sebastião, para recepcionar o surfista criado nas ondas de Maresias. O prefeito, Felipe Augusto, foi até o Havaí ver de perto Medina conquistar seu segundo título mundial com uma vitória espetacular no Billabong Pipe Masters e participou da comemoração em Maresias.

“Obrigado a todos pela presença, pela torcida, estou até sem palavras, mas muito feliz por ser tão bem recebido assim”, disse Gabriel Medina, no palco montado na Praça Internacional do Surf em Maresias. “Eu sou apenas um menino de Maresias, que sonhava bastante. Treinei bastante e, graças a Deus, consegui realizar meu sonho. Estou muito agradecido por todos vocês, por cada mensagem e meu sentimento por Maresias é muito grande. É uma honra levar a bandeira da cidade e do Brasil lá para fora”.

Emocionado, Medina seguiu falando sobre Maresias. “Aqui é o lugar onde sempre morei. Passo o ano viajando, mas é para aqui que sempre volto. Foi aqui onde tudo começou, onde tenho minha família, meus amigos. É onde eu sempre treino, aqui e em Paúba. Lembro que surfava aqui em frente dessa praça a minha infância toda. Estar aqui, sendo recebido desta forma hoje (domingo), é muito especial. É um momento que eu nunca vou esquecer”.

Foi, realmente, uma recepção incrível, mas merecida para o novo herói de Maresias e ídolo do esporte brasileiro. Em 2014, quando Medina conquistou seu primeiro título mundial, a Prefeitura Municipal de São Sebastião também organizou uma grande recepção, porém um temporal causou muitos estragos e alagamentos em Maresias, com o evento tendo que ser cancelado. Desta vez, deu tudo certo e uma multidão recebeu o novo bicampeão mundial na casa dele, isso depois de uma noite agitada em São Paulo, pela sua festa de aniversário com presença ilustre do craque e amigo Neymar Junior e outros tantos famosos.

CHEGADA AO BRASIL – O sábado foi intenso para Gabriel Medina. Ele chegou de uma longa viagem do Havaí por volta das 9h30 e a torcida também encheu o Aeroporto de Guarulhos para recepcionar o ídolo com seu troféu de número 1 da World Surf League, cantando os parabéns pelo seu aniversário de 25 anos, completados no dia da sua volta ao Brasil. À tarde, as 15h00, ao lado do pai e técnico, Charles, já estava atendendo aos jornalistas, na coletiva de imprensa organizada pelos seus patrocinadores no Hotel Hilton Morumbi em São Paulo.

“É muito bom voltar para casa e ser recepcionado assim”, respondeu Medina na coletiva de imprensa, sobre o seu desembarque no aeroporto. “É muito gratificante, porque quando estou na água, o que mais penso é na minha família, meus amigos e na torcida brasileira, do nosso país. É para isso que eu surfo e me dedico tanto”.

Perguntaram sobre a diferença entre o seu primeiro título mundial e o segundo agora. “Eu acho que em 2014, tudo o que estava acontecendo na minha vida, era tudo novo. Então, querendo ou não, depois do título eu dei uma relaxada, aproveitei um pouco mais a vida, curti outros momentos com amigos, a família, em viagens. Agora, esse ano, eu lembrei de tudo que tinha feito em 2014, o que eu precisava fazer para chegar no Havaí com chances de título mundial e para conquistar esse título”.

Sobre a Brazilian Storm, que tem dominado o Circuito Mundial: “O surfe brasileiro tem crescido muito. Hoje, a gente tem onze atletas no Tour (entre os 34 que formam a elite do CT). Nos últimos anos, conseguimos três títulos mundiais e esse ano tínhamos dois brasileiros na briga do título. Cada ano que passa, o surfe brasileiro melhora cada vez mais e fico feliz por estar participando disso, por ter mudado a história do nosso esporte em nosso país”.

E sobre 2019: “Esse ano foi um ano incrível, um ano de muita superação. Em cada bateria, eu tive que me superar, mas consegui trazer esse segundo título mundial para o Brasil, então foi um ano importante. 2019 vai ser um ano de classificação para as Olimpíadas, então vou estar 100% focado nisso e para tentar o tricampeonato mundial, porque sempre coloquei como meta ser tricampeão mundial. Mas, agora é hora de curtir, é o dia do meu aniversário. Estou muito feliz em estar em casa e por ser recebido pela torcida brasileira desse jeito. Isso não tem preço, é muito bom. Agora é hora de curtir, porque daqui a pouco começa tudo de novo”.

E era hora de relaxar mesmo, até a festa do seu aniversário na noite do sábado também na capital paulista, antes de viajar na tarde do domingo para o litoral norte de São Paulo, para enfim chegar em casa, sendo recebido pela multidão de fãs que lotou a Praia de Maresias.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

Por:João Carvalho – WSL South America Media Manager
(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com